Pneu com bolha: O que fazer?

Ter problemas no pneu é um risco muito grande para quem dirige pelas estradas do país. Dentre os maiores problemas, a bolha é um fator bem preocupante, pois pode agir como uma bomba relógio. Uma bolha acontece pelo rompimento da estrutura interna metálica de um pneu, que pode acontecer por conta de choques intensos que alteram a forma original da parte emborrachada dele. Muitas vezes, essa situação é ignorada pelos motoristas, as bolhas são muito perigosas, pois podem aumentar de tamanho e se romper a qualquer momento, causando uma súbita perda de pressão e, consequentemente, acidentes!

Como consequência desse ato, o pneu pode estourar, por isso, é importante troca-lo o quanto antes! Alguns profissionais até recomendam que uma vulcanização pode salvá-lo, mas, vale ressaltar que a malha metálica não pode ser refeita e os riscos se mantém os mesmos. O ideal mesmo é que seja feita a substituição do pneu para garantir a segurança

Situações rotineiras com passar por muitos buracos, valetas, bater a roda no meio fio ou a falta de calibragem podem causar diversos problemas! Além de trocar os pneus, para evitar bolhas causadas por talões danificados, tanto o pneu como a roda devem ser adequadamente lubrificados na hora da montagem. Carros que acabaram de sair da concessionaria não estão ilesos desse problema.

Há fabricantes que dizem que bolhas são comuns, mas a verdade é que pneus realmente bons já vem preparados para que esse problema não aconteça. O Pneu Hankook possui qualidade superior e entrega tudo o que promete. Presente em mais de 170 países, os Hankook são famosos pela sua longevidade e aderência irrepreensível ao piso seco, molhado, mas sobretudo com neve. O Pneu Hankook é fornecedor global de marcas conceituadas como a Mercedes, GM, Volkswagen ou Chrysler.